Morreu na contramão atrapalhando o privatizado

Viva o Dia Nacional de Furar a Fila, braziiiiil! Já era tempo dessa secular tradição da família brasileira ter um dia só pra ela.

Com a população toda imunizada contra o vírus letal da realidade pela vacina BBB distribuída gratuitamente pela Rede Globo, seus patrocinadores, associados e colaboradores, e os ricos celebrando a legalização da furação de fila pela Câmara Neoliberal dos Deputados, Zé Gotinha se tornou obsoleto, olhou para o lado, meio atordoado e perdeu o lugar na fila. Sem emprego, juntou-se aos quase 15 milhões de brasileiros. Sem direitos trabalhistas, revoltado e com fome, Zé Gotinha fez um tuíte criticando o imobilismo dos brasileiros diante das mais de 330 mil vítimas por covid-19 no país, 4.195 no dia de ontem, acreditando que seria ouvido pelo povo que tanto lhe rendeu carinho e admiração durante décadas, mas foi ignorado, atacado, cancelado e sofreu um verdadeiro linchamento – a gente descolada ainda estava em clima de malhação de Judas no país da tortura seletiva e da lacração oportunista – e foi enforcado em um poste na Faria Lima pelas mãos invisíveis do mercado, amém.

Morreu na contramão atrapalhando o privatizado.




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star