Pronto! Privatizaram a vacina!

Pronto! Privatizaram a vacina. Agora o estrumíssimo presidente Jair Bolsonaro pode se considerar reeleito. Um dia após vetar que estados e municípios possam comprar vacinas sem precisar do aval do governo federal, sempre omisso, Bolsonaro conseguiu o que a burguesia limpinha cheirosa tanto queria: o direito de pagar pela vacina sem ter que se sujeitar a filas, se aproximar de gente pobre e, quem sabe, até receber o atendimento no conforto do seu lar. Bolsonaro faz o que faz de melhor: tirar de suas costas a responsabilidade de cuidar do povo em nome da liberdade de consumo, pfiu, pfiu.

Tal qual ocorre com a cloroquina, que enriquece laboratórios e lobistas da indústria farmacêutica, agora chegou a vez dos planos de saúde enriquecerem com a venda de vacinas contra o covid-19 em clínicas conveniadas, enfraquecendo mais ainda o SUS, para deleite orgasmático de boa parte da classe médica brasileira. Demanda é o que não falta com escolas abertas, metrôs, trens e ônibus lotados, igrejas e shopping centers — perdoem o pleonasmo — aglomerando servos em glória ao deus capital, aleluiamém.

Ao contrário das previsões dos otimistas, nos tornamos seres humanos piores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star