Dia Internacional dos Povos Indígenas

Uma homenagem ao Dia Internacional dos Povos Indígenas. Uma homenagem à todas as guardiãs e todos os guardiões das florestas, das águas, da ancestralidade, da vida em todo o mundo.
Pelo fim das atrozes e centenárias tentativas de apagamento da história e das vidas dos povos originários brasileiros. O Marco Temporal segue a ser julgado pelo STF sob a interferência de ruralistas que fazem adiar a decisão do Supremo com Tudo a fim de desmobilizar a resistência dos povos indígenas. O Marco Temporal é ilegal, criminoso, fere o direito à vida e tem como únicos beneficiários os mesmos que há 500 anos calam, matam, chacinam, estupram e discriminam indígenas brasileiros.


Na ilustração estão grandes guerreiras e guerreiros indígenas já aqui retratados que como impetuosas forças da natureza defendem, fortalecem e inspiram a luta contra a sanha capitalista e seu natural instinto fascista que ainda hoje tenta trocar a liberdade e os direitos dos povos indígenas por seus penduricalhos coloridos e cintilantes em nome da liberdade de consumo: Jaider Esbell, Joenia Wapichana, Sônia Guajajara, Akuku Kamayura, Almir Suruí, Raoni Metuktire, Davi Kopenawa, Zezito Guajajara, Uruká Juma, Aritana Yawalapiti, Paulinho Paiakan, Galdino Jesus dos Santos, Emyra Wajãpi, Paulino Guajajara e Ailton Krenak.

Ruralista bom é ruralista longe de terras indígenas.

Lutar não é crime. Viver com dignidade, um direito universal.

Não ao Marco Temporal. Derruba STF!

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star