Vai ter se…

Na república federativa das ameaças, o excrementíssimo presidente Jair Bolsonaro faz escola. Dessa vez, a ameaça veio da Federação Única dos Petroleiros, a FUP, que promete fazer a “maior greve da história” se, mas somente “se”, a ameaça de privatização da Petrobras promovida pelo novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, um exemplar bolsonarista com deus acima de tudo, amém, avançar, taoquei.

Mesmo diante da atual conjunção a que somos subordinados de modo condicional e causal pelo grande acordo nacional, nos damos ao luxo de ameaçar um miliciano que gospe na nossa cara seus genocídios, fascismos, racismos, rachadinhas, gripezinhas, cloroquinas, laranjas, açaís, e daís, e toda sorte de desprezo e deboche pela vida com um “se”, como se não tivéssemos motivos de sobra para uma paralisação geral desde 1º de janeiro de 2019.

Mas pagamos pra ver…

…e as ruas seguem vazias, com fome, com tudo.





Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star