A mão invisível do golpe

A lira que ruidosamente toca a trilha sonora da desgraça que nos assola, sola virtuosamente seu solo em berço esplêndido, ao passo que o tom e o andamento da música se tornam cada vez mais viscerais, galopantes…

A Câmara dos Deputados acaba de aprovar o regime de urgência do PL 191/20, que libera a mineração em terras indígenas em todo o território nacional para jubilo do transbordante bolso do patrão, amém.

Indo ao plenário da Câmara, no que depender dos puxadinhos do governo na casa, do orçamento secreto e dos ventos ufanos que empesteiam o ar será aprovada sem grandes obstáculos. Caberá ao Senado reverter a situação ou minimizar o estrago. No entanto, as mãos que acariciam Lira e seus acólitos, também acariciam Pacheco, que, afinadíssimos com o execrabilíssimo presidente da república dos e daís, garantem o passeio da colossal boiada pela porteira escancarada do golpe, enquanto a fome, a miséria, o desemprego, a violência, a desigualdade social e a pandemia imperam e a fantasiosa revolução caetanesca segue inflando egos no verde gramado da Esplanada dos Unicórnios e Arco-íris… e o patrão infla os bolsos de sol a sol, com supremo, com tudo.

Quem sabe se Caê tivesse convidado o Bretas pro faixaço… mas o PL era outro…

Paralisação geral já!

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star