#JustiçaPorDurval

O racismo não desiste.

Mais um homem negro morto no Brasil por causa da cor da pele? Durval Teófilo Filho, de 38 anos, foi assassinado na porta de sua casa, em São Gonçalo, Rio de Janeiro, ao ser confundido com um bandido por seu vizinho, Aurélio Alves Bezerra, sargento da Marinha, que chegou a socorrer Durval e foi preso em flagrante. O vizinho, que mora ao seu lado, confundiu-o com um ladrão. O vizinho! Pela cor da pele, só podia ser um bandido, não é mesmo? Duas famílias destruídas pelo racismo que sempre atira antes e pergunta depois. Meus sinceros pêsames.

O racismo é uma doença fatal.

Justiça por Durval.

Ilustração digital sobre foto reprodução.

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star