Morreu na praia

Vem chegando o verão… sol, praia, calor, os dias de mormaço, os corpos suados implorando por um refresco, um pulinho na praia, sentir a brisa, o cheiro de maresia, aquele mergulho despreocupado na certeza de que os qu têm fé em deus estão imunes ao vírus mortal. O resto que se dane, taoquei.

Acabou a pandemia? Tá no finalzinho? O coronavírus cansou e foi matar em outro lugar onde não seja negada sua existência, sua letalidade? Não. A verdade é que o Brasil morreu na praia. Preferiu romper com a verdade, com a realidade, com a ciência, com o respeito à própria vida em prol de uma liberdade excludente travestida de inclusiva, venerar com loas e likes a cultura do topo e suas celebbbridades instantâneas, com deus acima de tudo, amém.

A verdade é que o Brasil optou por ignorar o mundo ao seu redor, mergulhou de cabeça na conveniência individualista, limpinha, cheirosa, sorridente e de hálito puro, leve feito espuma do mar… Preferiu aquecer a economia molhando os pés só um pouquinho, depois mais um pouquinho, e mais um pouquinho na água suja do neoliberalismo fascista… não vai matar ninguém, deus protege, todo mundo merece um descanso, é rapidinho, só um mergulho…

…617 mil mortes. Acabou a CPI da Covid, o espetáculo político-midiático promovido pelo que a esquerda viciada em lacração achou ser um megazorde de solidariedade e esperança unidos numa só hashtag que jogaria a pá de cal que enterraria de uma vez por todas o excrementíssimo presidente da república dos golpes, Jair Bolsonaro, que tá aí, firme e forte com seu imprestável porte atlético e sua pustulenta novilíngua de peçonha, com rejeição recorde, com fome, com miséria, com ômicron, com orçamento secreto, com STF, com tudo.

O mar recua e mostra toda a beleza de seu leito, a praia se alonga, a luz do sol faz brilhar o sal sobre os grãos de areia num espetáculo de luzes e cores com indícios de intervenção divina. Mare nostrum! Ao fundo, a onda gigante, silenciosa e invisível, lodosa e voraz, prepara o seu golpe mortal… e daí?

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star