Comida sim! Despejo não!

Comida sim! Despejo não!

Todo apoio à Cozinha Solidária da Azenha, em Porto Alegre, sofreu ação de despejo hoje perpetrada pela Polícia Federal, ops!, PêÉfe, por ocupar um imóvel da União abandonado há mais de duas décadas e ali construir uma cozinha para produzir e distribuir marmitas para pessoas em situação de rua. Durante 18 dias, o MTST, criador da iniciativa de combate à fome – que hoje atinge 20 milhões de pessoas no país –, distribuiu mais de 3 mil marmitas. A cozinha funcionará provisoriamente em outro local cedido por vizinhos apoiadores da ação.

Por que o combate à fome incomoda tanto do executivo ao judiciário? Por que distribuir comida, absorvente, teto e afeto reais – não, não é de curtidas nas redes sociais que estamos falando – às pessoas em situação de rua e extrema vulnerabilidade é tão desconfortável para as instituições que deveriam garantir e defender o mínimo de dignidade para seu próprio povo?

Ora, se não enche o bolso do patrão e incomoda os olhos e narizes limpinhos e cheirosos das elites e seus capachos, então, precisa ser eliminado, taoquei.

Todo apoio à Cozinha Solidária da Azenha. Todo apoio à todas as 16 Cozinhas Solidárias, espalhadas por 10 estados brasileiros. Todo apoio ao MTST no combate à fome e na luta pelo direito à moradia digna para todas e todos.

MTST, a luta é pra valer!

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star