A mão invisível do golpe

Quem prestou atenção no pronunciamento republicanamente chinfrim do presidente da Câmara dos Deputados À Serviço Do Patrão, o Arthur NeoliberaLira, certamente percebeu os olhos baixos, a voz trepidante e a presença soturna da virtuosa mão invisível do mercado dedilhando cada nota, cada pausa, nos pouco mais de 5 minutos da sofrível coprolália necroliberal do parlamentar, taoquei.

Ora, o encordoamento novo entregue recentemente à Lira tem garantia de dois anos e ainda tem muita boiada pra passar, digo, tocar antes de perder o brilho e a afinação característicos dos instrumentos cuja função principal na orquestra é fazer a vontade do patrão, com golpe, com pandemia, com fome, com fascismo, com supremo, com tudo, amém.

Paralisação geral já!

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star