Uma escolha muito difícil, brazil!

Uma escolha muito difícil, brazil!

O Estadão, famoso jornal que apoiou o golpe militar de 64 e o golpe midiático-jurídico-parlamentar de 2016 financiado pela elite branca eugenista e pelo imperialismo norte-americano e seu neoliberalismo fascista, publicou na sexta-feira, 13 de agosto, mais uma versão revisitada do seu arrogante “uma escolha difícil”, mais moderna e de acordo com as tendências globais do jornalismo entreguista pós-pandemia, – em plena pandemia; vanguarda! – dessa vez escrito por conselheiros e acionistas endinheirados de empresas bilionárias que lucram horrores desde sempre, mais notadamente a partir do momento em que compreenderam que o povo brasileiro gosta mesmo é de arrotar que é limpinho cheiroso, de puxar saco, de virar a lata e lamber o chão de gringo, de defender com unhas e dentes até sangrar empresas que figuram em suas propagandas com as celebbbridades lacradoras-res-ris-ros-rus da semana em nome da cultura excludente do topo, afirmando que “Nem Bolsonaro, nem Lula… persistir no que já se mostrou errado não será apenas burrice, será covardia…”, comparando o incomparável, bem ao gosto da liberália ciromarinatucanoamoeder, como bem lhes convém, amém.

Assinam o artigo golpista publicado no periódico paulista Horácio Lafer Piva, conselheiro e acionista da Klabin e ex-presidente da Fiesp, Pedro Passos, da Natura e Pedro Wongtschowski, da Ultragaz e dos Postos Ipiranga, todos podres de ricos e muito preocupados em ficarem menos ricos caso alguém invente de taxar grandes fortunas ou derrubar as conquistas necropolíticas dos últimos anos, entre elas a Reforma Trabalhista, a Previdenciária, a legalização da grilagem, a privatização da Eletrobras e dos Correios, entre outras tão caras aos transbordantes bolsos do patrão, taoquei.

Covardia é enriquecer com a fome, com a dor, com a miséria, com a morte, com o entreguismo, com o etnocídio, o ecocídio, com a doutrinação capitalistofascistacristã genocida liberal que tanto lucro dá aos mesmos de sempre há mais de 500 anos, com supremo, com tudo.

Paralisação geral já! Ou não! Tanto faz! Só se o patrão deixar, daí pode.

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star