Lavô tá novo!

O anúncio do pedido feito pelo TSE ao STF de abertura de investigação contra o coprolalíssimo presidente da república dos golpes, Jair Bolsonaro, por deliberadamente, fazendo uso indiscriminado da máquina pública, espalhar notícias falsas sobre o sistema de voto eletrônico e o processo eleitoral, atacando a pessoa da reverendíssima besta, o ministro Roberto Barroso, deixou a lacralândia, em toda sua arcoirídica amplitude espectral, em polvorosa no tocante à esperança de que tal processo possa culminar na realização de seu mais recente sonho de consumo, o impedimento do misólogo bufão e o fim de seu genocídico desgoverno, taoquei.

O que parecem esquecer as-es-is-os-us que celebram tal anúncio – o que nos coloca diante da eterna questão da memória do povo brasileiro, que parece queimar mais que museus e cinematecas –, movidos pela insaciável fome de lacração, é que Barroso, o mais novo inimigo número um de Bolsonaro, é um ministro terrivelmente lavajatista, o que, para deleite da direita vira-lata aduladora dos paladinos da justiça branca do sul e seus pauerpóinticos poderes de convicção repletos de atos indeterminados de ofício, evoca a ressurreição da famigerada Operação Lava Jato com seus sempre mui limpinhos e cheirosos restos mortais amontoados num monte de bobajaradas anticorrupção com deus acima de tudo, amém.

Barroso, tal qual Bolsonaro – e Moro, e Dallagnol, e Fux, et caterva – é inimigo do povo brasileiro e seus interesses convergem para um verdejante pasto onde a boiada galopante que passa pela porteira escancarada do golpe de 2016 nutre incessantemente os bolsos já transbordantes do imperialismo norte-americano que mantém suas botas lustradas pela saliva das elites eugenistas, da classe média ruminante e da onanista mão invisível do mercado em nome da liberdade de consumo.

Mas, quem sabe, num sábado desses a gente resolve tudo com uma grande revolução de cartazes e fantasias mil em verde e amarelo, sempre lembrando que vermelho o patrão não deixa, a menos que seja do sangue que escorre das suas costas de segunda à sexta-feira, plim, plim.

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star