No Centrão do caminho tem um nó. Tem um nó do Centrão no caminho…

Como somos testemunhas, os generais de pijama e toda a penduricalhada militaroide rambotizada brazileira pegaram o costume de bravatear o “não estique mais a corda” em alusão à tensão entre forças opostas, como se um dos lados – no caso o deles que defendem com inflexível mamatismo –, estivesse fazendo pouco ou nenhum esforço na disputa de cabo de guerra, enquanto o outro lado estaria provocando a própria derrota ao tentar vencer a peleja com todas as suas esquálidas, mirradas, famélicas forças. Contudo, há um nó na corda, à guisa de prumo, em uma intrincada e sutil ilusão de ótica, que confunde ambos os lados ao sabor de seus ilimitados desejos por manter o controle da situação em nome da excelsa divindade do bolso cheio, amém.

O Centrão está criando as condições perfeitas para se colocar como a única via possível para tirar o Brasil do caos em que se afoga, fazendo de conta que se importa com a democracia, se colocando como o pacificador dos ânimos no intuito de levar o cidadão – de bem, de mal, limpinho, cheiroso, ou não, tanto faz – a crer que a solução para dar fim ao imprestável desgoverno do coprolalíssimo presidente da república dos golpes, Jair Bolsonaro, e à falaciosa ameaça comunista comedora de criancinhas, é o próprio Centrão, taoquei.

Ciro Nogueira, o novo ministro da Casa Civil, é a cereja no bolo de engodo que o Centrão vem preparando desde o golpe de 2016, com supremo, com tudo, para ser enfiado goela abaixo pelo povo faminto de toda sorte de alimento, seja pro estômago, seja pra alma, pronto para engolir o que lhe for ofertado, semipresidencialismos, colonialismos e afins inclusos, desde que se dê fim ao insuportável pandemônio em que nos metemos – mesmo com o pessoal do “eu avisei” achando que não tem nada a ver com isso –, para, enfim, voltar à feliz, conveniente e arcoirídica mediocridade vira-lata individualista posta à mesa todos os dias pelo patrão, plim, plim.

Acorda, Brasil! A corda tem dono e ele não gosta que o dinheiro pare de entrar em seu bolso durante a semana. Só no sábado que pode.

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star