O golpe taí! Cai quem qué, taoquei!

Sente o golpe: Augusto (H)Aras, o verdadeiro Cavalo de Tróia, foi convocado mais uma vez pelo excrementíssimo presidente da república dos golpes que todo mundo avisa e em que todo mundo cai, Jair Bolsonaro, para fazer de conta que estamos numa democracia e fazer de conta que investigará a denúncia de crime de prevaricação no caso do superfaturamento na compra da vacina Covaxin – imunizante indiano contra covid-19, vírus que já nos levou mais de 520 mil pessoas em pouco mais de um ano de pandemia – cometido pelo genocida que o cavalga, e assim fazer de conta que Bolsonaro não aparelhou o Estado coisa nenhuma, tanto que permite investigação contra sua excrescência, e então, fazer de conta que há provas de que Bolsonaro não tem nada a ver com o esquema do Ricardo Barros, corroborando a versão de que existe corrupção no Ministério da Saúde, mas se limita ao baixo clero da instituição, livrando a cara do bufônico em rede nacional de rádio e tevê, com provas, com tudo, taoquei.

Dando continuidade ao enredo que cai bem numa teoria de conspiração, ou num samba, em seguida, para provar que é um homem de bem, justo, que não guarda mágoas, Bolsonaro indicará (H)Aras à tão cobiçada cadeira do STF à vagar na semana que vem pelo ministro Marco Aurélio Mello. O Senado por conseguinte, aprovará, a indicação e, com mais essa peça movimentada no tabuleiro, junto ao apoio reafirmado aos planos dos EUA de invadir a Venezuela por suas reservas de petróleo com a ajuda da sempre solicita Colômbia antes que ambos os países alterem seus governantes para lideranças políticas defensoras da soberania nacional, da soberania dos países latino-americanos, o golpe segue a galope, com ou sem Bolsonaro, para graça divina da liberdade de consumo e êxtase eterno do deus glutão, amém.

Já no conto de fadas sabadesco em que a Chapeuzinho Vermelho foi proibida de circular, outro golpe se esgueira, sorrateiro, um longo e alvissareiro tapete verde e amarelo se estende na avenida por onde desfilam em heróicas e lacradoras fantasias os indignados ao lado dos arrependidos, sorridentes, hipnotizados, desatentos ao ardiloso serpentear dos mesmos traidores de sempre, plim, plim.

Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star