Pelo menos tiramos… o Bolsonaro!

Num futuro não muito distante, no país das assimilações e apropriações culturais, a terra arrasada, assolada pela fome, desigualdade social, pelo trabalho precarizado análogo ao escravo, o negacionismo conveniente, pela indignação seletiva, pelo arcoirídico individualismo lacrador, em um sábado ensolarado qualquer, uma voz solitária sussurrará espremida em um coletivo lotado de iguais desolados contemplando ao longe com os olhos cansados os bilionários cada vez mais bilionários em seu meritocrático descanso do alto de suas gourmetizadas varandas brancas: pelo menos tiramos o Bolsonaro, amém!

Obrigado!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star