460 mil. E aí? Feriu?

460 mil! E aí? Feriu sua existência? Virou resistência? Essa semana, a média de óbitos causados pela covid-19 foi de cerca de 2 mil por dia, 10 mil mortos em cinco dias. Terceira onda, escolas abertas, ruas cheias, todo mundo “seguindo os protocolos de segurança” como no primeiro dia da pandemia, naturalizando as milhares de mortes em nome da divina e abençoada normalização da economia, amém.

O jumentíssimo presidente da república dos e daís, Jair Bolsonaro, vai pro fim de semana de consciência limpa, tendo cumprido sua cota de ameaças, deboche e descaso, assim como as instituições que existem para defender e cumprir a Constituição Federal podem descansar o braço com o qual incansavelmente sulcaram democratica e republicanamente mais uma de tantas riscas no chão. Bolsonaro, apesar da rejeição a sua rejeitável pessoa, segue no trono. A CPI da Covid, talvez a única oportunidade real de ferir Bolsonaro de morte – uma vez que Arthur Neoliberalira só faz de conta que se importa –, está querendo meter os pés pelas mãos na sanha lacradora de convocá-lo para armar o circo na comissão, botando a perder a chance de torná-lo réu e impedi-lo de ser candidato em 2022, pela Lei da Ficha Limpa. As chances de Bolsonaro comparecer à comissão, dado seu invejável histórico de atleta nos debates com ausência, são ínfimas. Porém, sua subestimada eleição está aí para nos provar o quão perigoso é dar a esse indivíduo abominável uma única chance de abrir a pestilenta boca, taoquei.

Amanhã, o Brasil vai às ruas protestar contra as centenas de milhares de mortes, a falta de vacinas, a fome, o desemprego e tudo mais, com atraso e, talvez, no pior momento para se dar um tiro tão precioso com tamanha chance de errar o alvo. Pouco ou quase nada eficaz é manifestar repúdio aos males do capitalismo em dia de folga, quando o patrão vai descansar de tanto ganhar dinheiro, após colocar em risco a vida de trabalhadoras e trabalhadores durante a semana. É urgente uma paralisação geral para que o caminho do dinheiro até o bolso transbordante dos ricos seja obstruído, para causar incômodo, transtorno, desordem. Oxalá, sirva para inspirar corações.

Cuidem-se. Cuidem uns dos outros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star