Vem ser privatizado

Oi, eu sou a Lu. Uma robô digital criada para interagir com vocês, principalmente as mulheres, é claro, e conduzi-las à uma experiência única que mostra à luz do dia como o feminismo liberal é só mais uma armadilha do patriarcado para encher os bolsos de meia-dúzia de pessoas bilionárias como eu. Sou bonita, inteligente, branca, é claro, e sou bissexual, tudo pra fisgar as pessoas que não enxergam um palmo diante do umbigo para que comprem mais e mais, sentindo-se empoderadas, representadas e protegidas em um ambiente literalmente virtual que supostamente respeita as mulheres e a diversidade.

Ah, como eu já contei aqui antes, eu sou uma das players – ai, como eu amo esse inglês do mercado financeiro! –, quer dizer, empresas que estão muito interessadas na privatização do Correios, que hoje teve aprovado em regime de urgência o PL 591/21, projeto do Bolsonaro que permite que a tramitação do projeto seja mais rápida e a votação do mérito seja direto no plenário. Difícil de entender esse politiquês, né? Cansa e faz a gente se desinteressar mesmo. Mas quer dizer que a privatizacão vai rolar sem debates, e tal.

Já pensou? Eu ao lado da Amazon, da FedEx, da DHL? Acho que a gente vai fatiar os Correios pra melhorar o serviço sucateado, mesmo com 97% de eficiência nas entregas durante a pandemia e lucro bilionário em 2020. Não vai ter mais isso de fazer greve, coisa feia. Sim, alguns milhares de funcionários serão demitidos, mas muitos serão recontratados, principalmente os mais jovens, que têm mais energia, né, e que aceitam trabalhar por salários menores, cumprir metas desumanas, com benefícios trabalhistas reduzidos… o negócio é escravizar, ops, empreender e fazer do Brasil um grande país, uma pátria amada, com necroliberalismo, com genocídio, com tudo.

Por falar em genocídio, eu sou completamente contra esse negócio de empresário furar fila da vacinação, viu. Eu vou continuar a luta pra que todas-des-dis-dos-dus sejam vacinadxs e pra lavar minha alma, inflar meu ego com o assistencialismo hipócrita, cheio de cristianismo oportunista, que o povo por aqui tanto gosta, amém.

Vem ser feliz, brazil!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star