Eu avisei, taoquei!

Se tem alguém em todo o território nacional – esse donde jaz eternamente entorpecido em berço esplêndido o gigante pela própria natureza fátua que o compõe desde tempos idos que, de tão grande, mal consegue ver os próprios pés e mãos, de tão imenso, colossal, mastodôntico, não consegue erguer o próprio peso –, se tem alguém que está cumprindo o combinado, sem tirar nem pôr, praticamente sem mover um dedo, é o genocidérrimo presidente da república dos lóquedáuns para insetos, Jair Messias Bolsonaro, taoquei.

Mais uma risca é feita no chão. Nela, à guisa de canal, corre o sangue de 3.650 pessoas que perderam suas vidas nas últimas 24 horas, 307.112 vítimas fatais de covid-19 em pouco mais de um ano, mais de 12 milhões de infectados. As vacinas vêm em conta gotas pra quem não é vip ou fura fila. As mortes vêm feito aluvião. Os números são assustadores para quem se importa com a vida. Para quem vota em genocida, para quem se isenta, para quem surfa na onda, para quem acha que sinal de arminha não tem nada a ver com supremacismo racial ou fascismo, Hitler e Mussolini eram católicos meo!, é só mais um dia na lacrolândia poralizada perfumada, amém.

Fascismo não se discute, não se lamenta. Fascismo se destrói. Se ainda não foi destruído, é porque serve ao propósito de quem o sustenta. Ou é porque não é tão desconfortável assim, pfiu, pfiu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star