3.251? E daí?

3.251 vítimas fatais da pandemia convenientemente negada pelo genocidíssimo presidente da república dos vira-latas, Jair Bolsonaro, e toda sua súcia pestilenta, incluídos aí seus mais de 57 milhões de eleitores – arrependidas-des-dis-dos-dua ou não –, e as-es-is-os-us 42 milhões de isentas-tes-tis-tos-tus que voaram pra Paris ou elegeram Amoedo no universo paralelo, e pela tolerância intolerável de toda a gente que confundiu o peito cheio de coragem com a barriga cheia de flatos ao afirmar que seria resistência se ferisse sua existência.

Meus sinceros pêsames às famílias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star