#LiberdadeParaRodrigoPilha

Por ter estendido uma faixa onde se lia “Bolsonaro Genocida”, o ativista Rodrigo Pilha foi preso ontem por PMs que o enquadraram, junto a outros 4 ativistas, na Lei de Segurança Nacional, lei dos tempos da ditadura militar, celebrada pelo escarrentíssimo presidente Jair Bolsonaro e sua súcia ruminante, entre esses, policiais militares que trocaram 15 anos de salário congelado pelo direito de aplicar a lei como bem entenderem. Rodrigo chegou a sair das dependências da Polícia Federal, ops, PêÉfe, no DF, com os outros ativistas pois o delegado entendeu que não se aplicava a esse caso a LSN.

Então, por que Pilha segue prisioneiro?

Logo após ter sido liberado, já na rua, Pilha foi novamente abordado e preso por um suposto processo por desacato de 2014 e, por esse motivo, querem enviá-lo para o presídio da Papuda. Portanto, Rodrigo Pilha se tornou o mais novo preso político do país por sua luta diária contra Bolsonaro e seu governo genocida.

É urgente uma reação de igual poder ou vamos fazer mais uma risca no chão?

Liberdade para Rodrigo Pilha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star