A fila anda, taoquei

– A fila andou, não dá mais pra aguentar isso daí, taoquei.
– Mas, mito… você disse que me amava, que nunca me abandonaria… me defendeu contra todo mundo que falou mal de mim e agora…
– E daí? Não amo mais! Você sabe que eu gosto é de novinha. Você já tá velha e as pessoas já estão comentando sobre meu porte atlético e é culpa tua isso aí.
– Oh, não! O que será de mim? Para onde vou?
– Fica tranquila. Já mandei o Pazuello dar um jeito nisso aí.

O estrumesíssimo presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem que nunca foi contra vacina anticovid e que o governo federal está fazendo o possível para ajudar, inclusive defendendo veementemente uma vacina nacional. É inútil gritarmos aos quatro ventos lembrando de toda a campanha antivacina, a favor do tratamento precoce com hidroxicloroquina e ivermectina – que começaram a apresentar seus efeitos colaterais – promovida à exaustão por Bolsonaro e sua claque fedorenta, dos milhões de reais gastos na produção de cloroquina que estão encalhadas em algum lugar junto aos testes de covid-19 próximos de perder a validade, do aplicativo do Ministério da Saúde que receita os medicamentos do infame kit covid, de todas as vezes que Bolsonaro afirmou estar tomando o medicamento para sua suposta infecção com o vírus… e daí? A verdade pouco importa para um povo que acha que escolher entre um professor, cuja experiência como ministro da educação é reconhecida internacionalmente, e um político corrupto que orgulhosamente se declara a favor da tortura, da ditadura militar, que sonega tudo o que pode, que é homofóbico, misógino, machista, racista, mentiroso e afirmou que sua especialidade é matar, é uma escolha difícil, pfiu, pfiu.

Nunca foi uma escolha difícil. É preconceito em sua mais pura pureza, incurável mal que assola toda a sociedade brasileira desde os primórdios, do mais rico dos ricos ao mais pobre dos pobres, essa incapacidade imutável de ver o outro como igual, sempre como inimigo, e sentir-se imbuído do direito divino de tirar-lhe o sorriso despretensioso da cara em nome do deus glutão, amém.

Uma vez
Mensal
Anualmente

Gostou dessa publicação? Apoie este trabalho fazendo uma doação única. Obrigado.

Gostou dessa publicação? Apoie este trabalho fazendo uma doação mensal. Obrigado.

Gostou dessa publicação? Apoie este trabalho fazendo uma doação anual. Obrigado.

Escolha um valor

R$5,00
R$15,00
R$100,00
R$5,00
R$15,00
R$100,00
R$5,00
R$15,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Faça uma doaçãoDoar mensalmenteDoar anualmente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star