Era uma casa
Muito engraçada
Que não caía
De jeito algum

Pouco importava
A investigação
Ninguém prendia
O zero um

Porque sabiam
que sem Bolsonaro
O golpe todo
Iria pro ralo

Era escorada
Com muito esmero
Pelos golpistas
Em desespero

A casa caiu? Se depender da quantidade de casas que o senador Flávio Bolsonaro – ou Flávio B., como gosta a mídia golpista –, filho do escarrentíssimo presidente Jair Bolsonaro –, foi só mais uma das dezenas das casas da família Bolsonaro, taoquei.

Uma das advogadas do Zero Um confirmou à golpista Época que recebeu relatório com orientações do chefe da Abin, Alexandre Ramagem para a defesa do senador no caso das rachadinhas da ALERJ que envolvem Flávio Bolsonaro e seu ex-assessor Fabrício Queiroz, configurando uso privado da máquina pública, o que é crime. Carmem Lúcia, ministra do STF, ordenou hoje a PGR apurar o caso.

Mas essa é apenas uma casa que caiu. Quantas casas terão que cair para Flávio Bolsonaro ser cassado e ir para a cadeia junto com Queiroz? Quantas casas terão que cair para que Jair Bolsonaro seja deposto pelos crimes de responsabilidade que comete diariamente há 2 anos? Ora, antes disso terão que cair as casas dos juízes e ex-juízes que fazem uso político de suas togas; dos promotores páuerpóinticos e sua submissão canina aos imperialistas; dos empresários vira-latas bilionários que financiam campanhas contra os direitos trabalhistas, a previdência social, as leis ambientais, as demarcações de terras, a reforma agrária; dos religiosos que pregam o ódio contra a diversidade e a vida; dos políticos que gritaram em nome de suas famílias e de deus contra a democracia, a soberania; dos cidadãos de bem escondidos por detrás de suas crenças e valores mesquinhos e individualistas; da elite eugenista cafona e imbecilizada; dos capitalistas bonzinhos, altruístas, essa aberração limpinha cheirosa que empesteia e entorpece uma gente que foi programada desde o berço à odiar a política e idolatrar o dinheiro e o próprio umbigo e nunca interferir nas rachadinhas do deus glutão, amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star